Coluna Livre com Hermano Henning

0
15

João Doria, governador de São Paulo no primeiro ano de mandato e já virtual candidato à presidência da República, é um tremendo cara de pau. Sabe o que ele fez ontem? Durante uma entrevista coletiva convocada por sua assessoria para divulgar um programa que, segundo seu governo, vai criar um milhão de empregos nos próximos quatro anos, ele tocou na promessa que fez durante a campanha de trazer o metrô de São Paulo para Guarulhos. E não cumpriu.

É verdade que ele não falou do assunto por iniciativa própria. Doria foi provocado pelos jornalistas. Um deles, Tiago Muniz, da rádio Jovem Pan, quis saber por que, no anúncio da extensão da linha verde do Metrô, na véspera, falou-se que os trilhos que começam na estação da Vila Madalena chegariam até o bairro da Penha e não Guarulhos, como ele mesmo havia anunciado na campanha eleitoral.

Simples assim.

Sabem o que Doria respondeu?

Disse que Guarulhos será beneficiada sim, mas em uma “segunda etapa”. E quando será essa “segunda etapa”? Ninguém sabe. Acho que nem ele.

A conversa com Guti

Como o cronograma de construção da linha segue até o final do mandato, isso se ele não renunciar antes pra ser candidato a presidente, esta é uma história pra não ser levada a sério.

Na coletiva de ontem, no Palácio dos Bandeirantes, estava o repórter da Rede Brasil, Fernando Henrique Martins, que ouviu de Doria que ele, o governador, tinha conversado com o prefeito Guti, por telefone, sobre a ausência de Guarulhos no anúncio das obras do metrô. Não sei se a iniciativa do telefonema foi dele ou do prefeito, só sei que Guti cobrou o governador. Fez o papel dele. Mas tenho certeza, não se convenceu.

Novo âncora

William Waack, ex apresentador do Jornal da Globo, será o principal âncora dos telejornais da CNN Brasil, emissora de notícias vinculada à rede americana de TV a cabo, que começa suas transmissões a partir deste segundo semestre no país.

O anúncio da contratação foi feito ontem pelo Twitter do canal que estará disponível 24 horas para assinantes nas plataformas digitais.

O idealizador do novo canal, Douglas Tavolaro, destacou que William, “um dos maiores jornalistas do país” vai oferecer “credibilidade, inteligência e capacidade de análise” à programação.

William Waack foi dispensado pela Globo por causa do vazamento de um comentário quando preparava uma transmissão ao vivo em novembro de 2017. Foi crucificado nas redes sociais. Deu a volta por cima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.