Canil da GCM promove ação social InteraCão com a Melhor Idade

0
42
O Canil da Guarda Civil Municipal (GCM) atua no patrulhamento diário, no Controle de Distúrbio Civil (CDC), na busca por pessoas desaparecidas, em desapropriações, na busca por drogas, no controle de grandes aglomerações (Estádio, Parques e eventos), entre outros serviços de segurança.

O Canil da Guarda Civil Municipal (GCM) promove, desde o mês de junho, a ação social InteraCão com a Melhor Idade em que visita lares de idosos, fazendo apresentações com os cães. A primeira exibição aconteceu na Casa dos Velhos Irmã Alice, no Jardim Aracília e a mais recente na última sexta-feira (24), no Pensionato São Francisco, no Jardim Vila Galvão.

A ação oferece a oportunidade aos idosos de terem maior contato com os animais, utilizando a técnica de Cinoterapia, que consiste na intervenção terapêutica mediante a interação com cães, a fim de melhorar e desenvolver o funcionamento cognitivo, emocional e fisiológico dos idosos. A técnica tem se mostrado bastante eficaz no combate ao isolamento.

Canil da GCM

O Canil da Guarda Civil Municipal (GCM) atua no patrulhamento diário, no Controle de Distúrbio Civil (CDC), na busca por pessoas desaparecidas, em desapropriações, na busca por drogas, no controle de grandes aglomerações (Estádio, Parques e eventos), entre outros serviços de segurança.

O comandante do Canil, o Inspetor Ribeiro, explicou que o Canil está em atividade há dez anos e preza pelo treinamento dos cães em faro e em guarda e proteção. “A guarda e proteção é o patrulhamento de ruas, parques e demais locais públicos, onde são realizadas as abordagens de pessoas suspeitas de uso de entorpecentes. Dependendo do local, levamos o cão de faro também na procura de drogas. O treinamento para o encontro de pessoas desaparecidas já vem ocorrendo também há bastante tempo. Um dos cães daqui foi à Bahia para encontrar uma pessoa desaparecida. Fomos também para Igaratá no início do mês e encontramos a trilha da pessoa que estava desaparecida”, salienta.

Ribeiro também ressaltou que o canil atua na parte social, com apresentações em escolas, creches, aonde houver necessidade.

Ao todo são 18 cães, sendo três fêmeas e 15 machos. O Canil trabalha com as raças de pastor alemão, rottweiler, doberman e pastor belga malinois. A escolha do animal é feita ainda nas primeiras semanas de vida, quando observa-se o cão mais atento (esperto), que não demonstra medo e que não seja muito bravo. O animal começa o treinamento desde os seis meses e fica pronto para o serviço em um ano. Efetivamente, o cão está capacitado com dois anos de idade para atuar nas ruas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here